como deixar de fumar

Como deixar de fumar? 7 dicas de quem já conseguiu

Se já tentou de tudo e mesmo assim não funcionou, experimente algumas dicas de quem já ultrapassou o vício com sucesso. Quem sabe, servem para si.

visualizar beneficio

1. Visualize um grande benefício de deixar de fumar

Descontraia e pense em como seria a sua vida daqui a dois ou três anos se deixasse de fumar já hoje.

Não ter de contar os trocos até ao final do mês? Não ter a roupa a cheirar mal? Não ter de sair da beira dos outros para matar o vício? Ou simplesmente ter mais saúde? Há algo que lhe faz muita falta e não está a conseguir ter porque fuma, caso contrário não procuraria deixar de fumar.

Visualize os benefícios e repare na panóplia de vantagens que trazem atrás de si.

Um dia de cada vez, conseguirá atingi-los mais facilmente do que imagina.

2. Não opte por alternativas, como o tabaco aquecido

Apesar de ser um dos conselhos mais controversos, a verdade é que não é boa ideia optar por outros produtos para substituir o tabaco convencional.

O facto de este tabaco conter menos químicos “valida” o nosso hábito, isto é, conseguimos convencer-nos a nós próprios que não faz mal fumar porque este tabaco não é tão perigoso.

Ao manter esta linha de pensamento, não conseguimos livrar-nos de dois dos piores malefícios: o gasto monetário e o hábito em si.

Se optar por tabaco aquecido para substituir o tabaco convencional, é verdade que está a tornar o seu hábito menos prejudicial para a saúde, mas no fundo está a mantê-lo. Para além disso, se houver razões económicas por detrás da vontade de deixar de fumar, estas não vão desaparecer, porque o preço do tabaco aquecido é semelhante ao do tabaco convencional.

Como agravante, o facto deste tabaco deixar pouco cheiro, torna-nos mais propensos a fumar em zonas que outrora não fumávamos, como dentro de casa. Significa isto que acabamos por fumar mais, e portanto gastar mais dinheiro.

E quando ficar sem tabaco aquecido, por alguma razão? O hábito continua cá, portanto vai sentir uma necessidade enorme de comprar tabaco convencional “só desta vez”.

Resumindo, o tabaco aquecido é menos prejudicial, mas apenas arrasta um problema maior que está a tentar resolver.

Pastilhas de nicotina, ainda que noutra dimensão, também entrem nesta equação, mas como a forma como as consumimos é diferente da forma como fumamos, a correlação acaba por não ser tão forte.

3. Prepare-se para ser enganado por si mesmo

O nosso cérebro tem destas coisas. Após entrar num período longo de abstinência de nicotina, vai começar a pensar a toda a hora em tabaco, e a determinada altura vai dizer para si mesmo que “fumar não é assim tão mau”, “milhões fazem-no e duram muito tempo”, ou “só um não vai por em causa o meu objetivo”.

Vai, pois.

Somos enganados por nós próprios a toda a hora para satisfazer as nossas necessidades. É por isso que as pessoas, até conseguirem deixar de fumar, tentam imensas vezes. É perfeitamente normal tentar e acabar por não conseguir.

Lembre-se da razão que o trouxe a este artigo, essa sim é a mais importante de todas. Mais importante que qualquer truque que o possa ludibriar mais tarde e o leve a fumar de novo.

Não precisa de dizer que nunca mais vai fumar, basta dizer “hoje não fumo”. Este jogo de palavras não lhe imputa uma responsabilidade para vida, mas apenas para o dia de hoje. O que interessa realmente é não fumar no presente, não é?

desabafar

4. Conte a alguém que não tolera desapontar

Há sempre alguém na nossa vida a quem não suportamos desapontar, ou temos muito receio de deixar em baixo. Pode ser o companheiro, um filho, uma mãe. Alguém por quem sente um gosto especial em orgulhar.

Ao fazê-lo, vai sentir que fez um contrato consigo mesmo, o que ajuda imenso no compromisso de não fumar.

5. Torne as suas recompensas bem visíveis

Seja poupar dinheiro, ou ter mais saúde, torne claros os benefícios de ter deixado de fumar.

Se, por exemplo, as razões financeiras eram as mais importantes, arranje um caderno onde possa apontar quanto poupou hoje e quanto poupou desde que começou.

Imagine que fuma um maço a cada dois dias, e este maço custa 5€. Aponte na data de hoje 5€, e daqui a 2 dias aponte outros 5€, perfazendo assim um total de 10€.

À medida que o tempo vai passando, os números vão aumentar e vai ficar muito entusiasmado com os valores que conseguiu poupar desde que deixou de fumar. Não vai querer interromper o ciclo e até é uma boa ideia definir um objetivo para esse dinheiro, como um telemóvel ou um computador portátil novo.

Quando tiver esse telemóvel/portátil (ou outra coisa que queira comprar), vai conseguir tornar palpável a grande decisão que tomou na sua vida.

Contudo, para outras pessoas, o objetivo poderá não ser poupar mais, mas sim ter mais saúde. Aqui, poderá experimentar caminhar todos os dias, ou fazer algum jogging, e registar como se sentiu. Vai chegar a uma altura em que nunca se vai sentir ofegante em caminhadas longas, ou que vai conseguir correr 30 minutos quando antes não aguentava 10.

Quando esse momento chegar, vai ficar com o mesmo sentimento de quem conseguiu comprar alguma coisa com o dinheiro que poupou: tornar bem claro o benefício de ter largado o tabaco.

6. Não tenha receio de engordar

Uma das coisas que impede as pessoas de deixar de fumar é o receio de engordarem. Não tenha esse receio.

Repare, é perfeitamente normal ganhar algum peso depois de deixar de fumar, não tem de se sentir mal com isso. Ao eliminarmos um hábito, formamos um vazio em determinadas alturas do dia que a comida consegue preencher bem.

Pode optar por várias técnicas, mas sem dúvida que a melhor é consumir alimentos que não sejam hiper calóricos. Deve evitar tudo o que tiver muito açúcar ou hidratos de carbono (por exemplo: bolachas e sumos), e optar por iogurtes magros, gelatinas, alguma fruta ou legumes.

Deixamos aqui algumas sugestões:

  • Gelatina com queijo quark
  • Chips de batata doce
  • Chips de cenoura
  • Banana com manteiga de amendoim
  • Chips de maçã com canela
  • Smoothies de morango
  • Frutos vermelhos
  • Tremoços
  • Solero (sim, o gelado!)
  • Saladas
  • Pipocas caseiras

E existem mais alternativas, certamente que irá conseguir encontrar. Se conseguir evitar o pão, bolachas e sumos, já está à frente da maioria das pessoas.

E se engordar, já sabe: é normal, é expectável, e se mantiver o seu caminho e procurar alimentos menos calóricos, vai voltar ao que era. É uma questão de tempo.

7. Abrace o positivismo

Só o facto de querer tomar essa decisão, já o coloca numa restrita lista de pessoas que estão no caminho certo para uma vida mais saudável, tanto fisicamente como financeiramente.

Não se foque no stress que vai sentir por não fumar, até porque ele nem vai existir. Apenas mudou o chip e agora não fuma. É só uma mudança de hábitos, nada mais.

Lembre-se que milhares de milhões de pessoas em todo o Mundo não fumam e fazem a sua vida normal. Lembre-se, também, que imensa gente conseguiu deixar de fumar e hoje não sente necessidade absolutamente nenhuma em voltar.

Se todas essas pessoas conseguiram, e não são mais do que você, não existe razão alguma para achar que não vai conseguir. É óbvio que vai conseguir.

O que importa é o dia de hoje: hoje não vai fumar, vai apontar os 5€ de poupança no seu caderno, vai fazer a caminhada de 30 minutos, vai comer um Solero e um iogurte grego ligeiro ao lanche, e ver a sua série no Netflix. Amanhã é outro dia.

Quando der por si, não fuma há anos e nem consegue imaginar a hipótese de voltar atrás.

Quando o conseguir, vai sentir-se uma pessoa melhor, mais forte, que não tem medo de enfrentar outros desafios na sua vida, porque já conseguiu ultrapassar um muito importante. É tudo positivo daqui para a frente.


Este artigo não utilizou como base qualquer dado científico nem procurou incentivar o uso de comprimidos ou substitutos de nicotina para deixar de fumar.

Foi escrito por alguém que fumou durante 8 anos e que deixou de fumar também há 8 anos, não tendo, durante esse período, fumado um cigarro que fosse. Como é possível? Porque apenas pensou no dia presente, todos os dias, desde 2014.

Leave a Comment

Folhetos
Subscrever
Dicas
fuel-line
Combustíveis
Procurar