Leia livros sem pagar (e de forma legal!)

Ler é um bom hábito, mas que pode tornar-se dispendioso. Apresentamos uma forma prática de ler alguns livros sem ter de pagar nada por isso, de forma completamente legal. Ah, e sem ter de sair do seu lugar.

A Academia de Artes e Ciências dos Estados Unidos é uma das sociedades com mais prestígio no Mundo. Esta Academia realiza várias pesquisas multidisciplinares sobre políticas públicas, e uma dessas pesquisas incidiu sobre a relação dos americanos com os livros, nomeadamente quantas horas por semana lêem, que tipos de livros e quais as razões para não lerem mais. Esther Lombardi, do ThoughCo., um website focado em conteúdos educacionais, sintetizou neste artigo as sete principais razões para os americanos não lerem mais, com base em alguns desses estudos da Academia:

  • Falta de tempo
  • Os livros são caros
  • Não saber o que ler
  • Ler desperta durante a noite
  • Porque não um filme em vez de um livro?
  • Ler é difícil
  • Nunca formou o hábito

Embora haja imenso para dissertar sobre os outros pontos (e até poderão servir de mote para futuros artigos), o objetivo de hoje é apresentar propostas para gastar menos (ou nada) em livros.

Livros gratuitos rimam com bibliotecas, pois é o local onde podemos ler sem pagar nada por isso. O problema das bibliotecas é que a disponibilidade dos livros não é certa e exige todo um processo de deslocação, requisição e devolução que as tornam um pouco menos apelativas. Para algumas pessoas, ainda existe um problema adicional, que é o facto de não terem bibliotecas próximas de casa. Noutros casos, apenas queremos um livro técnico muito específico, o que normalmente é difícil de encontrar. Estas razões obrigam-nos a procurar outras soluções, como os ebooks, só que estes acarretam custos e muitas vezes não são portáveis (isto é, só podem ser lidos em determinados dispositivos).

Assim, o que nos resta? As bibliotecas digitais.

Por norma, as bibliotecas facultam um website com uma base de dados dos livros que possuem, e a respetiva disponibilidade. Contudo, existem outras que tem uma vertente 100% online, isto é, para além da pesquisa, podem ler online os livros que estas disponibilizam, sem pagar nada por isso e sem qualquer tipo de limitação. O melhor exemplo que encontramos vem da IE Library.

A IE Library faz parte da Universidade IE, uma universidade privada espanhola sediada em Madrid. Na sua biblioteca digital, é possível consultar milhares de livros, pedindo empréstimos de 1 hora ou 14 dias. O número de empréstimos é ilimitado, pelo que, se ao fim de uma hora não tiverem tudo lido, podem requisitar mais uma hora e por aí adiante.

Para lhe mostrarmos como funciona, vamos exemplificar o processo de pedido de empréstimo com o livro Poor Charlie’s Almanack.

Começamos por efetuar a pesquisa:

Página principal da ie library (Desktop)

Poderá também optar pela pesquisa avançada, que permite pesquisar com condicionantes (por exemplo, autor Tolstoy e palavra-chave Confession).

Exemplo de um resultado de pesquisa

Nos resultados da pesquisa, aparece-nos logo o ebook como primeira opção. Isto é o que pretendem ver, porque é sinal que o livro que querem ler está disponível. Depois disso, só precisam de clicar em “View eBook”.

No segundo ecrã, já aparecerá a capa do livro e a opção de pedir emprestado. Precisam de criar conta para o fazer, mas isso não constitui um entrave porque a criação é completamente gratuita.

Capa do livro Poor Charlie’s Almanack

Após login feito, aparecerão as opções de pedir emprestado por uma hora, ou por 14 dias. Se optar por esta última, ficarão numa lista de espera. Não temos tido qualquer tipo de problema em usar a versão de uma hora e temos conseguido repetir o pedido várias vezes ao dia, pelo que poderá não ser necessário entrarem em filas de espera para ler.

Listagem de opções de empréstimo/requisição

Assim que o pedido é feito, tem imediatamente acesso ao livro:

Visão geral de como o livro é apresentado

Caso não seja a primeira leitura do livro com a conta que estão a utilizar, o website irá abrir a última página consultada, o que é extremamente útil para manter o fio condutor das últimas leituras. Não é possível, contudo, tirar notas diretamente no ecrã.

Não é o mesmo que um livro físico, e poderá não ser tão bom como um puro ebook, mas permite-vos ler o livro todo, sem restrições e de forma completamente gratuita. Este exemplo que damos é de um livro que custa 130€ na Amazon espanhola. Mesmo que o valor intrínseco do livro seja assim tão alto, não têm nada a perder em experimentar esta versão. No fim, se gostarem mesmo, podem optar por comprar na mesma. Este caso do Poor Charlie’s Almanack é interessante, porque não está à venda em Portugal e não é possível adquirir fora dos Estados Unidos por menos de 80€. Como se não bastasse, não existe em lado nenhum no formato ePub, portanto a biblioteca digital acaba por ser uma autêntica salvação para quem quer ler este poderoso livro.

Existem, ainda, outras vantagens, que não são exclusivas à IE Library, mas que nela estão presentes: é possível ler em ecrã completo (sendo que, neste caso, o website faculta uma versão mais nítida), e também é possível fazer ajustes na imagem, nomeadamente o brilho e contraste, o que pode ajudar uma vez que estes livros estão digitalizados.

Existem mais bibliotecas que fazem isto?

Resposta: Sim. Um dos exemplos é a biblioteca da Universidade de Liverpool, que, tal como a IE Library, apenas requer uma conta no website para ler ebooks. Contudo, para obter uma listagem completa de opções, recomendamos que utilize o Goodreads.

Página do livro Poor Charlie’s Almanack

Se, no Goodreads, a página do livro tiver o botão “Libraries”, significa que o livro pode ser obtido online. Este link irá reencaminhar-vos para o WorldCat, que é um motor de busca de bibliotecas. Abaixo, irão ver uma listagem de bibliotecas que disponibilizam o livro.

Listagem de bibliotecas que disponibilizam o livro

Para este caso, foram encontradas 121 bibliotecas que tem o livro Poor Charlie’s Almanack, sendo que a ordenação é feita pela distância (da menor para a maior). Podemos confirmar que a University of Oxford também disponibiliza a leitura gratuita a utilizadores registados, para além da IE Library que já falamos anteriormente. Já vamos em 3 exemplos, mas certamente existem mais.

Tem livros em português?

Resposta: Sim! Pesquisamos por “Harry Potter e a Pedra Filosofal” e encontramos 51 correspondências no nosso idioma. É uma questão de entrar nos resultados e verificar o que é preciso para ler.

É verdade que a maioria das correspondências serão em inglês, mas não custa tentar a sua sorte.

No fundo, isto é como ir até à biblioteca municipal mais próxima de si, mas sem sair de casa.

Esperemos que este artigo lhe tenha sido útil e que tenha encontrado os seus livros favoritos. Não substituindo o charme do papel nem a organização de um livro eletrónico puro, é uma excelente proposta para ler os livros que lhe despertam interesse mas que não faz questão de ter na sua estante.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Folhetos
Subscrever
Dicas
fuel-line
Combustíveis
Procurar